Educativo e divertido por Marcelo Tas

Facebook Twitter Snapchat
Facebook Twitter Snapchat

filtrar por:

Resultado da busca

Carregando...

Marcelo Tas

Jornalista, comunicador e extra-terrestre

Marcelo Tas

Jornalista, comunicador e extra-terrestre

Favorito
147 Ohh!
154 Kkk
143 Uau!

Recorde macabro: 28 jovens brasileiros são assassinados todos os dias

As estatísticas sobre a violência contra crianças e adolescentes no Brasil são astronômicos. Mas não parece assustar as autoridades.

Morrem 28 crianças e adolescentes assassinados no Brasil todos os dias. Essa média foi apontada pelo Datasus de 2013. De 1990 a 2013, o homicídios de brasileiros com até 19 anos dobrou. Apenas em 2013, foram 10,5 mil casos no Brasil. O cenário perturbador posiciona o nosso país no segundo lugar do ranking dos países com maior número de assassinados de jovens com até 19 anos, perdendo apenas para a Nigéria. 

A impunidade é um excelente combustível para aumentar esse número. De acordo com a Associação Brasileira de Criminalística, entre 92% e 95% dos homicídios em geral cometidos no Brasil não são solucionados. 

As vítimas possuem cor, sexo predominante. Entre os adolescentes negros, a taxa de homicídio é quatro vezes maior. E o fato de ser homem multiplica o risco de ser vítima de homicídio em quase 12 vezes. Segundo o Mapa da Violência divulgado em 2014, o número de adolescentes brancos vítimas de homicídio vem se reduzindo, enquanto o de adolescentes negros aumentou 55,3% entre 2001 e 2011.

Image title

Enquanto ignoramos os números dessa tragédia diária, pouco é feito para garantir o direito à vida dos 59,7 milhões de crianças e adolescentes no Brasil. Uma população que equivale à todos os habitantes da Itália. Mais da metade dessa população se declara afro-brasileiros. Se mantivermos a média atual, 42 mil adolescentes serão assassinados entre até 2019 seguindo a estimativa feita a partir do Índice de Homicídios na Adolescência (IHA).

Não podemos aceitar os fatos como números elásticos que crescem ou reduzem conforme medidas tímidas das lideranças políticas. Contra a desumanização das crianças e adolescentes mortas diariamente no Brasil, a Unicef publicou um vídeo comovente com o depoimento das mães de três jovens mortos. 

Futuro interrompido

Janaína, Nelcilene e Lucimara perderam seus filhos para a violência.A cada dia, 28 crianças e adolescentes são assassinados no Brasil.Outras mães não precisam passar pelo mesmo sofrimento.#ConsciênciaNegra

Posted by UNICEF Brasil on Sexta, 20 de novembro de 2015


Conhece relatos de famílias que se despediram precocemente de crianças e adolescentes? Conte nos comentários e vamos acabar o silêncio da violência contra a juventude. 

0 COMENTÁRIOS

Escreva um comentário

Leia também