Educativo e divertido por Marcelo Tas

Facebook Twitter Snapchat
Facebook Twitter Snapchat

filtrar por:

Resultado da busca

Carregando...

Miguel Athayde

Miguel Athayde, estudante, filho do Marcelo Tas e just another nerd.

Miguel Athayde

Miguel Athayde, estudante, filho do Marcelo Tas e just another nerd.

Favorito
149 Ohh!
159 Kkk
144 Uau!

Experimente não ser você por um dia

Eu recomendo: a brincadeira de se transformar no seu personagem não tem limite de idade.

O final de 2015 é promissor para nerds e geeks amantes da cultura pop. Além do lançamento do episodio VII de Star Wars, filmes da Marvel e da DC, aqui em São Paulo vivemos a segunda edição Comic Con Experience.

Hoje, há Comic Cons em varias partes do mundo. Ninguém é dono da marca, virou uma expressão para este tipo de encontro que reúne elementos do universo pop, como series, quadrinhos, cinema, games e até musica. A mais popular continua sendo a original, que acontece em San Diego, na Califórnia. Mas São Paulo parece não querer ficar atrás.

Facebook Comic Con Experience

Image title
Cosplayers viram destaque da Comic Con.

Entre as as atrações que disputam a atenção - action figures, filmes, atores e criadores de HQs - frequentemente, o destaque fica para os cosplayers.

Cosplayers são pessoas que realizam cosplay, que basicamente é se colocar na pele de um personagem, vestindo-se como ele e agindo como ele.

Diferente de San Diego, que é uma cidade pequena e de fácil acesso, São Paulo exige longos trajetos até o evento. Ônibus, caminhadas e horas de trânsito colocam em risco a maquiagem e produção das estrelas dos corredores da Comic Con. Pensando nisso, esta edição disponibilizou um camarim gigantesco para o pessoal se produzir lá mesmo. É só trazer sua fantasia e mandar ver na criatividade. 

Foto Ludmila Tavares

Image title
Coringa por um dia.

Eu mesmo fui como um cosplayer para a Comic Con e incorporei o Coringa, o vilão do Batman, por um dia. A experiência foi muito diferente do que eu esperava. As pessoas te olham de um jeito diferente, algumas com um olhar de aprovação outras até com medo. Sem falar do calor que passei enquanto estive fantasiado.

O que realmente me surpreendeu foram dezenas de pessoas pedindo para tirar fotos comigo. Fui assediado por geeks de todas idades e até o pessoal da imprensa. Como um cosplayer, a interação com as pessoas é totalmente diferente. Naquele momento, você não é você. Você é o personagem que está vestido.

Agora posso dizer com certeza que a experiência do cosplay é algo que todos deveriam fazer pelo menos uma vez na vida.

0 COMENTÁRIOS

Escreva um comentário