Educativo e divertido por Marcelo Tas

Facebook Twitter Snapchat
Facebook Twitter Snapchat

filtrar por:

Resultado da busca

Carregando...

Marcelo Tas

Jornalista, comunicador e extra-terrestre

Marcelo Tas

Jornalista, comunicador e extra-terrestre

Favorito
30 Ohh!
30 Kkk
35 Uau!

Justiça Brasileira prioriza processos de violência contra mulher na semana delas

Passados os bloquinhos de rua, o ano começa com uma ressaca em dados: violência contra a mulher no carnaval dura o ano todo

Dia das mulheres é só quarta-feira, mas para a Justiça Brasileira, o destaque para o assunto vale uma semana inteira. A partir de hoje até dia 10 de março, os tribunais priorizarão os processos de violência contra mulher. A VII Semana Nacional Justiça Pela Paz em Casa é celebrada em todos os estados do país. Além de agilizar processos, serão realizadas ações educativas para a população sobre o assunto.

Pelo o que vimos no carnaval, ainda temos muito o que discutir sobre o assunto. Só no Rio de Janeiro, durante o carnaval, foram mais de 2 mil ocorrências policiais de violência contra mulher, o que equivale a uma agressão a cada 4 minutos do ziriguidum.

Enquanto os confetes são varridos, o ano parece que finalmente deu a largada. Os quatro mil novos alunos da Universidade Federal de Pernambuco começam hoje o ano letivo. A tropa de calouros será recebida com uma campanha que foca o combate à violência contra as mulheres. Cartazes e faixas ocupam o campus com a mensagem “A diversidade nos fortalece. A tolerância nos une.”

O clima de conscientização segue por todo país. No Espírito Santo, a programação conta com a atuação do Juizado Itinerante da Lei Maria da Penha. O ônibus rosa, símbolo capixaba do combate à violência, ficará estacionado nas proximidades do Fórum da Prainha, em Vila Velha.

Todo o auê na semana da mulher merece ecoar durante o ano. Afinal, não é só no carnaval que as mulheres são vítimas. Segundo o Mapa da Violência de 2015, o Brasil ocupa o quinto lugar no ranking de violência contra a mulher. Apenas em 2013, foram registrados 13 homicídios femininos por dia. É uma vergonha nacional!

Bora curar a ressaca do carnaval com conscientização e amor

0 COMENTÁRIOS

Escreva um comentário

Leia também