Educativo e divertido por Marcelo Tas

Facebook Twitter Snapchat
Facebook Twitter Snapchat

filtrar por:

Resultado da busca

Carregando...

Onde está a felicidade?

A definição da palavra felicidade diz: qualidade ou estado de feliz; estado de uma consciência plenamente satisfeita; satisfação, contentamento, bem-estar.


Desde quando nós nascemos até o último suspiro, procuramos a felicidade. A buscamos tal como um doente em busca da cura, a desejamos como um viciado anseia pela droga, um momento de êxtase. Muitos cantam a felicidade, mesmo não a possuindo, muitos tentam comprá-la, mas é em vão. Afinal, onde ela está? Como alcança-la? Ela existe? Ou é apenas mito? Você é feliz? A definição da palavra felicidade diz: qualidade ou estado de feliz; estado de uma consciência plenamente satisfeita; satisfação, contentamento, bem-estar. Então podemos refletir sobre alguns momentos de felicidade.

Ao nascer, nossos pais e mães, tios e tias, tentam de todas as formas nos fazerem feliz, o que é fácil de perceber, quando rimos ou gargalhamos, mostramos que estamos satisfeitos e contentes. Nesta fase de nossas vidas, uma brincadeira boba pode nos divertir. A alegria de uma criança é uma das coisas mais lindas da vida, pura e sem maldade.


Quando crescemos um pouco, e chegamos a fase de perguntar sobre tudo e todos, a felicidade está em brincar com os amigos da escola, do prédio, da rua, afinal fazemos amigos muito rápido. O prazer está em jogar bola, brincar de boneca, esconde-esconde. Para uma criança, a vida é uma eterna brincadeira, um parque de diversão imaginário, sim quando criança nós usamos muito mais a imaginação e a criatividade, principalmente quando não temos muitos brinquedos, então uma caixa de sapatos vira um carrinho, as meias uma bola de futebol, e aí vai. Mesmo para crianças que vivem em zona de guerra a diversão acontece. Um faz de conta.


Quando entramos na adolescência, felicidade é liberdade, e ansiamos por ela. Nesta fase da vida, a felicidade não está mais em apenas brincar de bola ou no faz de conta, isso perde a graça. Aqui a felicidade é ser livre, fazer o que quiser e dar vontade, ser o do contra, nem que seja só para provocar nossos pais. Aqui também nos damos conta das regras do jogo da vida, não pode isso, não pode aquilo, e a felicidade está em descumprir algumas destas regras. Chegar tarde de uma festa, quando a regra é até às 22h. Matar aula, mesmo sabendo que era revisão para prova. Nesta fase, algumas regras são muito chatas. Não posso esquecer-me dos amores. Eles começam aqui, e são uma parte dos momentos de felicidade em nossa vida. Quem não esquece o primeiro beijo? A primeira namorada? Aqui alguns encontram sua metade, enquanto outros a perseguem por sua vida até encontrá-la, uma busca intensa e deliciosa.

Quando nos tornamos homens e mulheres, começamos a receber maiores responsabilidades, e assim fica um pouco mais difícil de perceber a felicidade. As cobranças, sim agora elas nos atormentam e sugam nossa energia. Somos cobrados em casa, na escola, no trabalho e até por quem amamos. Porque é tão difícil ver a felicidade aqui? A felicidade está tão perto e tão longe. Porque não aproveitar seus filhos, amigos e amores se tornam amargos, carrancudos, explosivos, agressivos, afastando os que o amam de perto com seus resmungos e reclamações.

Se a felicidade é um estado e um momento, temos que olhar em nossa volta e percebê-la. Pare neste momento e veja, observe em sua volta como é linda a natureza, valorize os amigos que te amam, que te escutam e animam nos momentos difíceis, brinque com seus filhos antes que seja tarde, ame quem te ama, afinal você não sabe a sua hora de partir. Apaixone-se pela vida, pois você não terá outra chance, não existe outra vida, existe o agora.


No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas

Que o vento não conseguiu levar:

Um estribilho antigo

Um carinho no momento preciso

O folhear de um livro de poemas

O cheiro que tinha um dia o próprio vento…

Mario Quintana

O texto, imagens, áudios e vídeos acima são de responsabilidado do usuário Fernando_Habitzreuter. Você também pode enviar sugestão de post da página do seu perfil Tasômetro. Selecionamos conteúdos educativos e divertidos para fazer parte da nossa rede. As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

0 COMENTÁRIOS

Escreva um comentário

Leia também