Educativo e divertido por Marcelo Tas

Facebook Twitter Snapchat
Facebook Twitter Snapchat

filtrar por:

Resultado da busca

Carregando...

Marcelo Tas

Jornalista, comunicador e extra-terrestre

Marcelo Tas

Jornalista, comunicador e extra-terrestre

Favorito
52 Ohh!
75 Kkk
74 Uau!

Polícia do Senado é usada para blindar autoridades da sociedade

A prisão do chefe da Polícia do Senado Federal serve para avaliarmos como são gastos os recursos públicos no Congresso Nacional

Sabem quanto o Senado e o Congresso vão gastar este ano? Segundo o site Contas Abertas, a conta vai ficar em R$ 9,3 bilhões de reais, somando as despesas do Senado e a casa dos Deputados. Isso equivale a mais de 1 milhão por hora. Ninguém duvida da importância do legislativo para a democracia brasileira, só que o valor parece demasiadamente inchado, não é mesmo?

A Polícia do Senado Federal está prevista na Constituição de 1988. Cabe a ela proteger os senadores e o presidente da casa, além de ficar responsável pelo policiamento nas dependências do Senado Federal e dar o apoio à Corregedoria do Senado Federal.

Agora vem o detalhe interessante. Quem cuida de investigar os crimes realizados dentro da casa estão subordinados às eventuais pessoas que venham a cometer crimes Ou seja, é uma relação que coloca em cheque a existência e eficiência dessa Polícia. O chefe da Polícia do Senado Federal, o senhor Pedro Ricardo Araújo Carvalho está preso em Curitiba. De acordo com as investigações, funcionava como escudo de políticos corruptos envolvidos nas delações da Lava Jato.

Pedro Ricardo foi colocado no posto pelo próprio Renan Calheiros, atual presidente do Senado. Uma indicação gentil para um cargo com o salário de 33 mil reais, sem descontos. Soldo equivalmente a um Ministro do Supremo e maior que do próprio padrinho Renan. 

Estamos diante de uma situação bastante exemplar de como as coisas funcionam pelo território nacional.

A polícia do Senado Federal foi fazer uma varredura na casa de Gleisi Hoffmann (PT-PR) e do ex-senador José Sarney (PMDB-AP) e outros investigados. Para a missão, a equipe se deslocou até os investigados, comprou equipamentos bem caros e sem licitação. Ainda tem gente que critica a prisão do chefe da Polícia do Senado em Curitiba. Que tal refletirmos um pouco sobre a atuação do grupo.

Como sou um rapaz com uma certa idade, frequento aquele lugar desde os anos 1980, numa época que eu tinha muito cabelo como Ernesto Varela, posso dar um testemunho. A polícia que já existia naquela época nunca teve a truculência de impedir o trânsito, inclusive de jornalistas, por aquela casa. De tempos para cá, ela passou a ser truculenta. Durante o CQC, os repórteres foram vítima de violência e até mesmo interditados a entrevistar os senadores e deputados. Da forma que atua, a Policia Legislativa está no Congresso Nacional como uma blindagem que atende não aos interesses dos cidadãos. Mas aos interesses de quem não quer largar o poder.

É bastante importante deixar claro: somos todos a favor da democracia. Entendo como legítica a criação de uma instituiçãopara zelar pela segurança dos nossos representantes. Só que vemos claramente que ela está escorregando na sua atuação.

Reitero as palavras do meu colega Fernando Gabeira de rádio CBN. Nesta manhã, ele se referiu à Polícia do Senado como "jagunços de Renan Calheiros". Estou de acordo com Gabeira. Tem gente usando recursos públicos com a única intenção de blindar a si mesmo. E viva a democracia!

2 COMENTÁRIOS

Escreva um comentário
  • Franklin Couto

    24 Out 2016, 11:49

    Eu acho super importante tomarmos conhecimento de coisas assim porque fica mais fácil entender essa mágica dos políticos brasileiros de gastarem nosso dinheiro. Também não tenho nada contra uma boa remuneração, muito pelo contrário, luto para que todos possam ter boas remunerações por seus ofícios no Brasil, mas 33 mil reais líquidos para uma única pessoa que desempenha um papel até importante, mas que consegue receber mais que seu próprio chefe. Talvez haja alguma coisa que precisa ser vista novamente nessa história.

  • Franklin Couto

    24 Out 2016, 11:49

    Eu acho super importante tomarmos conhecimento de coisas assim porque fica mais fácil entender essa mágica dos políticos brasileiros de gastarem nosso dinheiro. Também não tenho nada contra uma boa remuneração, muito pelo contrário, luto para que todos possam ter boas remunerações por seus ofícios no Brasil, mas 33 mil reais líquidos para uma única pessoa que desempenha um papel até importante, mas que consegue receber mais que seu próprio chefe. Talvez haja alguma coisa que precisa ser vista novamente nessa história.

Leia também